Crianças aprendem a proteger a Natureza ouvindo histórias no meio do lixo

Crianças aprendem a proteger a Natureza ouvindo histórias no meio do lixo

114
Dreamweb - Agência de Comunicação

As crianças do pré-escolar de Albergaria-a-Velha vão à Biblioteca Municipal para ouvir uma história num espaço convidativo. Mas, ao entrarem na sala, encontram lixo espalhado pelo chão – garrafas, latas, embalagens de cartão – num sinal de puro desleixo. É neste ambiente pouco apelativo que se desenvolve a Hora do Conto Mergulho na Natureza que, até ao final do ano lectivo, vai envolver cerca de 600 crianças do pré-escolar da rede pública, privada e solidária do Concelho.

Mesmo tendo pouca idade, as crianças apercebem-se de que o lixo não devia estar espalhado pelo chão, que aquilo está errado. E com esta ideia em mente, entram mais facilmente nas duas histórias encenadas: Na Floresta da Preguiça, de Sophie Strady, e O Rapaz que Gostava de Aves, de Isabel Minhós Martins. Os perigos da desflorestação, a importância da reciclagem ou a protecção dos animais são temas abordados nos dois livros infantis. O último desafio da sessão é, então, recolher todas as garrafas, pacotes, latas e colocá-las no seu recipiente próprio, com destaque para o ecoponto, deixando a sala completamente limpa.

Contar histórias no meio do lixo pode não parecer, à primeira vista, uma actividade agradável para as crianças do pré-escolar, mas imergindo os mais novos neste ambiente fá-los compreender, mais rapidamente, o que está errado e o que podem fazer para mudar essa situação. Se não gostam de ouvir histórias no meio do lixo, também não gostarão de brincar num parque infantil com lixo, nem passear num bosque com lixo. Com esta experiência prática, mais facilmente levam a mensagem às famílias, sendo agentes activos na mudança de hábitos.

A Hora do Conto Mergulho na Natureza decorre todas as terças e quintas, às 10h30, na Biblioteca Municipal de Albergaria-a-Velha.

Fonte: Cm Albergaria

Smartfire - Aquecimento e Climatização