Freguesias

A rua vencedora da terceira edição Albergaria em Flor – Unidos Criamos Valor foi a Rua Dr. Patrício Luís Ferreira. Com 20 moradores inscritos no projecto, o arruamento convenceu os membros do júri que, na manhã de Sábado, percorreram o centro da cidade para eleger a rua mais florida.

A edição de 2018 do Albergaria em Flor contou com 323 inscrições em 62 ruas diferentes.

Para além da rua mais bonita e colorida, a Câmara Municipal decidiu distinguir, pela primeira vez, uma varanda que está florida o ano inteiro, tendo a eleita sido seleccionada no Bairro das Lameirinhas.

A Câmara Municipal vai entregar os prémios Albergaria em Flor numa cerimónia solene, em data a anunciar.

Fonte: CM Albergaria

bicicletas albergaria

Após a criação dos “Patrulheiros” (vigilantes da floresta sobre duas rodas) e a implementação do POP – Programa Operacional Pedalar (promoção da bicicleta junto das crianças), foi inaugurado ontem (Quinta-Feira) o sistema de bicicletas partilhadas, o terceiro vector do programa Mobilidade Operação Bicicleta de Albergaria-a-Velha – MOB.A. Assim,os Albergarienses podem requisitar, de forma gratuita, uma bicicleta na “bOx”, junto à Piscina Municipal.

As 30 bicicletas MOB.A podem ser utilizadas por cidadãos maiores de idade, sendo apenas necessário fazer um registo no local e entregar um termo de responsabilidade. Os menores de idade só podem levantar uma bicicleta quando devidamente autorizados pelo seu representante legal.

A utilização das bicicletas está sujeita a um período máximo de 4 horas. O levantamento e entrega só podem decorrer durante o horário de abertura da bOx, que é o seguinte:
– Segunda a Sexta (excepto feriados), das 9h00 às 13h00 e das 15h00 às 19h00;
– Sábado, das 9h00 às 13h00 e das 15h00 às 18h00;
– Domingo, das 9h00 às 13h00.

Fonte: CM Albergaria

Homem de etnia cigana foi condenado no Tribunal de Aveiro, na passada quinta-feira (19 de Abril) , a três anos e meio de prisão efectiva.

Segundo a acusação, a dupla, que tem residência em São João de Loure, Albergaria-a-Velha, dedicava-se a furtos de latão e outros metais não preciosos, que vendiam a sucateiros. No entanto, no julgamento apenas foram dados como provados os factos relativos a duas tentativas frustradas pela presença da GNR.

A GNR surpreendeu o indivíduo a assaltar instalações industriais, em Águeda, na companhia de um filho, de 14 anos, e um sobrinho.

A juíza entendeu que, tendo sido esta a oitava condenação nos últimos 10 anos, após beneficiar de várias penas suspensas por crimes idênticos, “já não é possível fazer um juízo de prognose favorável.”

Notícia completa no Notícias de Aveiro.

ÚLTIMOS ARTIGOS

error: Content is protected !!

Ao continuar a usar o site, concorda com o uso de cookies. Pode alterar as definições de cookies a qualquer altura. mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close