Vida Empresarial

1660

A Organização das Nações Unidas (ONU) selecionou a Futurvida, com sede em Albergaria-a-Velha, para transformar e equipar duas unidades móveis ginecológicas, por um valor de cerca de 200 mil euros, anunciou hoje fonte da empresa.

Segundo um comunicado da empresa, estas duas unidades estão no Iraque ao serviço das mulheres apoiadas pelo Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA), um organismo da ONU que promove o planeamento familiar em mais de 150 países.

“A finalidade das viaturas que agora estão no Médio Oriente é acelerar o acesso universal à saúde sexual e reprodutiva da população mais pobre do Iraque, incluindo o planeamento familiar voluntário e a maternidade segura”, refere a mesma nota.

Em declarações à agência Lusa, Delfina Cunha, administradora da Futurvida, explicou que a empresa foi escolhida através de uma consulta internacional.

Leia a notícia completa aqui.

10-08-2017
Fonte: Sapo 24

493

O Programa Operacional Regional do Centro – Centro 2020 – aprovou um pacote de projetos relativo a Áreas de Acolhimento Empresarial e há vários Municípios da Região de Aveiro beneficiados neste pacote de investimentos.

Estão em causa 36 projetos ligados à criação e expansão de áreas qualificadas para a atração de empresas e de investimentos.

Estes projetos envolvem um investimento de cerca de 100 milhões de euros e terão um apoio do Centro 2020, através do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER), de cerca de 39 milhões de euros.

A ampliação do Parque do Casarão, em Águeda, orçada em 7,9 milhões, garantiu 1,8 milhões; a ampliação da zona industrial de Albergaria garante 370 mil euros em 7 milhões de investimento; a ampliação do Eco Parque de Estarreja tem 2 milhões para um investimento de 6,3 milhões e, em Vagos, a expansão do Parque Empresarial de Soza que custa 2,9 milhões recebe 1,5 milhões.

Leia a notícia completa aqui.

07-08-2017
Fonte: Terranova

330

A Câmara Municipal de Albergaria-a-Velha assinou, esta semana, mais um protocolo para a instalação de um novo negócio na Incubadora de Empresas. PREVENMAQ é um projeto na área da manutenção preventiva e formação especializada, desenvolvido por Sérgio Armando Fernandes da Silva, que irá dirigir a sua atividade, principalmente, para a indústria Metalomecânica.

Após uma experiência de 20 anos no setor das máquinas e ferramentas, Sérgio Armando Fernandes da Silva decidiu criar o seu próprio negócio ao constatar “que as empresas têm muita dificuldade em encontrar parceiros para fazerem manutenção preventiva e curativa nos seus equipamentos.” A prática comum na indústria é contactar os vários fornecedores das diferentes máquinas quando existe um problema, mas a PREVENMAQ pretende fornecer assistência e formação técnica especializada para todos os equipamentos.

Sérgio Armando Fernandes da Silva pretende chegar a clientes “que não têm tempo para fazer a manutenção das suas máquinas, sabem que é necessário mas não podem parar”, pelo que disponibiliza horários adaptados à realidade de cada empresa e formação no posto de trabalho, focada na correção de métodos e na apresentação de alternativas seguras de utilização.

Para o novo empreendedor, a Incubadora de Empresas de Albergaria-a-Velha “tem um oferta de meios muito interessante, por um valor simbólico, o que, para quem começa, é uma ajuda importante”.

A Incubadora de Empresas, situada no centro de Albergaria-a-Velha, nas antigas instalações do ciclo preparatório, dispõe de vários gabinetes, individuais ou em regime de coworking, salas de formação, uma sala de reuniões, um auditório e um pavilhão multiusos. No equipamento municipal funciona, ainda, o Serviço de Apoio ao Empresário, que acompanha e apoia os empreendedores e serve de ponto de contacto com a Câmara Municipal.

22-07-2017
Fonte: CM Albergaria

597

A Câmara Municipal de Albergaria-a-Velha e a cooperativa Novos Percursos, CRL estão a promover e a divulgar um conjunto de soluções de apoio para criação de microiniciativas, microempresas e pequenas e médias empresas. O objetivo é colocar à disposição dos interessados, que inclui pessoas social e economicamente excluídas, um conjunto de soluções e iniciativas de apoio ao empreendedorismo, criação de emprego e inserção.

As duas entidades assinaram um protocolo em maio comprometendo-se a divulgar as diversas soluções propostas pela cooperativa junto de potenciais interessados, que inclui desempregados e empresários em nome individual. A Novo Percursos, CRL é uma cooperativa de serviços vocacionada para o apoio social e económico, que desenvolve soluções financeiras e económicas, que podem ser empréstimos em condições favoráveis e/ou obtenção de apoios públicos destinados aos desempregados inscritos no Instituto de Emprego e Formação Profissional.

O Município de Albergaria-a-Velha está a divulgar as soluções da cooperativa junto de todos os interessados, com o objetivo de fomentar projetos de criação do próprio emprego ou negócio. Da mesma forma, disponibiliza a Incubadora de Empresas ou outras instalações municipais, bem como recursos humanos, para divulgação das iniciativas. A cooperativa deverá, por seu turno, acompanhar o desenvolvimento dos apoios concedidos de forma a torná-los bem sucedidos. Os interessados em beneficiar dos serviços da cooperativa Novos Percursos podem contactar o Serviço de Atividades Económicas, Apoio ao Empreendedorismo e Turismo da Autarquia através do correio eletrónico incubadora.empresas@cm-albergaria.pt.

28-06-2017
Fonte: Câmara Municipal de Albergaria-a-Velha

1158

A Incubadora de Empresas de Albergaria-a-Velha vai receber duas novas empresas. O Presidente da Câmara, António Loureiro, assinou esta semana os contratos com os empreendedores e manifestou o seu agrado pela diversidade de sectores que têm sido incubados. “São muito variados os negócios que temos acolhido na Incubadora e com uma taxa de sucesso muito elevada, o que nos permite acolher mais projetos e oferecer melhores serviços, contribuindo para o aumento do nosso tecido empresarial”, referiu o Autarca Albergariense.

As novas empresas são a D’LOIN, Animação Turística e Eventos Lda, e a Querido Planeta, Unipessoal, Lda.

A D’LOIN dedica-se à organização e promoção de eventos lúdicos, culturais, desportivos e sociais no âmbito da animação turística. Dirigida por Delmira Gomes, a D’LOIN comercializa, organiza e dinamiza rotas temáticas de turismo de natureza, gastronómico, cultural e paisagístico. Entre esta oferta de serviços, estão incluídas atividades de observação da natureza, caminhadas, percursos pedestres, visitas a museus, palácios e monumentos históricos e outros percursos de descoberta de locais de interesse patrimonial e cultural. A D’LOIN está habilitada para prestar serviços de guia turístico.

A Querido Planeta, Unipessoal, Lda dedica-se à realização de estudos e projetos de engenharia e arquitetura, construção civil e obras públicas, conservação e restauro de edifícios. Dirigida por Miguel Costa, a Querido Planeta, dedica-se também à promoção imobiliária, compra e venda de imóveis e revenda dos adquiridos para esse fim. Promove também alternativas à construção tradicional, através do sistema “Wood Frame”, que é um sistema de estruturas verticais em madeira.

A Incubadora de Empresas de Albergaria-a-Velha acolhe atualmente mais de uma dezena de empresas e ideias de negócio, totalizando mais de 20 postos de trabalho, e um volume de negócios estimado, em 2016, superior a 1 milhão de euros.

Para além de vários gabinetes, alguns a funcionar em regime de coworking, a Incubadora dispõe de salas de formação, uma sala de reuniões, um auditório e um pavilhão multiusos. No equipamento municipal funciona o Serviço de Apoio ao Empresário, que acompanha e apoia os empreendedores.

09-04-2017
Fonte: Câmara Municipal de Albergaria-a-Velha

1567

O Programa de Incentivos à Criação do Próprio Emprego, iniciativa concebida pelo Município de Albergaria-a-Velha e cuja primeira edição teve lugar em 2015, está na origem da criação de mais de 40 postos de trabalho e de um volume de negócios estimado de cerca de 1 milhão de euros. No conjunto dos dois anos de aplicação da medida, já foram apoiadas 26 empresas e ideias de negócio.

O objetivo do programa, pioneiro em Portugal e inspiração para outras autarquias, é incitar empreendedores a investir, promovendo o desenvolvimento da economia local e a criação de condições para a empregabilidade. A Câmara Municipal disponibiliza 50 mil euros por ano para apoiar projetos empresariais ou ideias de negócio em Albergaria-a-Velha. Após um processo de avaliação de candidaturas, os empreendedores dispõem de um conjunto de incentivos anuais, não reembolsáveis, que podem chegar aos 4000 euros.

O programa contempla a atribuição de dois tipos de apoios: uma bolsa de incentivos no valor de 250 euros por mês, pelo período de um ano, de forma a facilitar a sua instalação no Concelho; e um conjunto de apoios à contratação de serviços externos, um para serviços de contabilidade (300 euros/ano), outro para serviços de design (350 euros/ano) e um terceiro para consultoria financeira e/ou serviços de capacitação (350 euros/ano).

No primeiro ano do programa foram apoiados 12 projetos nas mais diversas áreas. Soluções tecnológicas de comunicação, maquinação e tornearia, produção de hortícolas e frutícolas, serviços de consultadoria e trading, comercialização e manutenção de bicicletas foram alguns dos projetos selecionados.

No ano passado, o segundo ano do Programa de Incentivos, a Câmara Municipal apoiou 14 projetos em áreas como consultoria, desenvolvimento de aplicações web, produção e comercialização de produtos artesanais, manutenção de veículos híbridos e elétricos, criação de serviços de barbearia, instalações elétricas, fotografia e animação turística.

No conjunto dos dois anos, foram criados mais de 40 postos de trabalho, enquanto o volume de negócios estimado destas empresas, em 2016, é superior a 1 milhão de euros.

“Felizmente há pessoas que saem da sua zona de conforto, são otimistas e lutam contra a maré”, afirmou António Loureiro, Presidente da Câmara Municipal, na última sessão de assinatura dos contratos, que decorreu na Biblioteca Municipal, em outubro de 2016. Fazendo um balanço dos dois anos do projeto, o Autarca deu conta que houve um aumento significativo de candidaturas, salientando que as 12 empresas apoiadas em 2015 continuam a “trabalhar no terreno”, mantendo os postos de trabalho criados.

19-02-2017
Fonte: Câmara Municipal de Albergaria-a-Velha

Imóveis em Destaque

Moradia T3 - Alquerubim

Para Venda: €110.000   

ÚLTIMOS ARTIGOS

3621
A1 cortada nos dois sentidos, entre Albergaria e Aveiro Sul, nesse troço completo", indicou à TVI24 fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro...