Albergaria-a-Velha e Valmaior

A Câmara Municipal vai realizar um conjunto de obras na rede viária e em diversas infraestruturas afetadas pelas intempéries, no valor de 2,4 milhões de euros. O investimento está dividido em três intervenções: a requalificação da Rua Gonçalo Eriz, em Albergaria-a-Velha, a reabilitação de infraestruturas rodoviárias municipais na zona norte e sul do Concelho e nas vias afetadas pelas intempéries do último inverno.

A Rua Gonçalo Eriz, que liga a Igreja Matriz ao Cemitério de Albergaria-a-Velha, é uma via no centro da cidade, incluída na Área de Reabilitação Urbana, que carece de intervenção urgente, de forma a garantir a segurança rodoviária e minimizar futuros custos de manutenção mais elevados. As obras vão incidir no traçado, que é sinuoso e estreito, e na sua envolvente, atenuando os dois estrangulamentos da via, junto à Igreja Matriz e na passagem superior sobre a Linha do Vale do Vouga.

Relativamente à reabilitação das infraestruturas rodoviárias municipais na zona norte e na zona sul do Concelho, as vias contempladas exigem uma intervenção urgente, para garantir condições de segurança rodoviária e criar condições para o desenvolvimento do território.

As obras na zona norte do Concelho contemplam a Estrada Municipal (EM) 579-2, nas Frias (da EN 16-2 ao pontão); a Rua de Mouquim a Vila Nova de Fusos, ambas em Albergaria-a-Velha e Valmaior; as vias da Unidade Operativa de Planeamento e Gestão da Branca, um polo industrial na zona de Soutelo; e pavimentação e órgãos de drenagem na EM 554, em Ribeira de Fráguas.

Na zona sul, as intervenções previstas vão decorrer na Rua do Ribeiro até ao entroncamento com a Rua da Quinta e no arruamento de acesso ao Centro Cultural de S. João de Loure, ambas em S. João de Loure, e na Rua Comendador Martins Pereira, em Frossos. Também estão previstas intervenções na Rua Marquês de Pombal (ou Rua dos Pinheiros), em Angeja; e na Rua da Ponte Velha, em Beduído, Alquerubim.

Na terceira empreitada estão previstas intervenções na Rua do Covelo, em Valmaior, que faz a ligação da Rua do Cemitério a Rendo, a pavimentação da EN 16, entre a Rotunda do IC2 e Valmaior e a intervenção na Ponte da Biscaia, nas Frias, todas na freguesia de Albergaria-a-Velha e Valmaior. Estão também previstas intervenções na EM 556-2, que faz a ligação entre Fradelos e o lugar do Carvalhal, na Branca, e na EM 577, que liga a Fontinha a Alquerubim. Estas vias foram danificadas no último inverno e o seu estado de conservação exige intervenção urgente.

Para a execução deste conjunto de obras, a Câmara Municipal vai contrair três empréstimos que podem atingir o máximo de 2 403 101 euros. Para a empreitada da Rua Gonçalo Eriz, vai contrair um empréstimo até ao valor de 739 mil euros. Para as intervenções nas vias da zona norte e sul do Concelho a Câmara vai recorrer a um empréstimo até ao valor de 1 097 453 euros. Para a reabilitação das vias afetadas pelas intempéries está prevista a contração de um empréstimo até 566 648 euros.

De acordo com a Direção-geral das Autarquias Locais o limite do endividamento da Câmara Municipal para 2016 é de cerca de 19 milhões de euros. O limite de endividamento é calculado a partir da dívida total de operações orçamentais do Município, que não pode ultrapassar, no final do ano, 1,5 vezes a média da receita corrente líquida cobrada nos três exercícios anteriores.

A Câmara Municipal de Albergaria-a-Velha regista, em 2016, o mais baixo endividamento dos últimos 15 anos, que é de cerca de 3,4 milhões euros. Tem vindo a amortizar empréstimos antigos, tendo já liquidado o empréstimo referente ao Cineteatro Alba, e a antecipar transferências para o Fundo de Apoio Municipal, um compromisso anual desde 2013.

A autorização para os três empréstimos foi aprovada por maioria em Assembleia Municipal, com os votos favoráveis do CDS/PP e do PS e a abstenção do PSD. Os presidentes de Junta de Freguesia de Alquerubim e Angeja também votaram favoravelmente as intervenções viárias na zona norte e sul do Concelho e nas vias afetadas pelas intempéries. A contratação dos empréstimos necessita do visto do Tribunal de Contas.

25-10-2016
Fonte: Câmara Municipal de Albergaria-a-Velha

O Município de Albergaria-a-Velha vai proceder a trabalhos de beneficiação nas Pontes de Valmaior e do Carvalhal, investindo para tal cerca de 110 mil euros. As duas empreitadas encontram-se em fase de concurso, sendo o prazo de execução de 90 dias.

As condições de circulação nas duas pontes têm-se agravado nos últimos tempos devido ao desgaste provocado pelas intempéries do inverno passado, como as chuvas fortes e as cheias, que provocaram a derrocada de taludes e abatimentos em várias zonas nas imediações das pontes.

A fim de garantir a segurança de quem passa por estas estruturas, a Câmara Municipal irá corrigir as diversas patologias existentes, como fissuras e pedras soltas, e proceder à reabilitação estrutural das pontes, reforçando algumas áreas mais vulneráveis. A lista de trabalhos a realizar inclui ainda a limpeza e manutenção das margens do Rio Caima, a execução da rede de drenagem de águas pluviais, a pavimentação da via, a colocação de guardas de segurança e de sinalização horizontal e vertical.

As obras nas pontes de Valmaior e do Carvalhal vão ser executadas no âmbito do Fundo de Emergência Municipal, um pacote de apoios financeiros que visa resolver situações excecionais de urgência fundamentada, como a reparação de infraestruturas debilitadas pelos efeitos de eventos meteorológicos adversos.

16-08-2016
Fonte: Câmara Municipal de Albergaria-a-Velha

Para além de dar resposta a todas as solicitações que derivam da intempérie que têm assolado o Concelho, no dia 07 de Janeiro, os Bombeiros Voluntários de Albergaria-a-Velha foram chamados para um salvamento animal em Valmaior.

Para o local deslocaram-se dois elementos com um veículo e, com o apoio de uma máquina da Câmara Municipal, conseguiram fazer o salvamento do bovino tendo o mesmo depois sido entregue ao proprietário.

No local esteve também um elemento da Protecção Civil Municipal que colaborou nas operações de socorro.

08-01-2016
Fonte: Bombeiros de Albergaria-a-Velha

A Câmara Municipal de Albergaria-a-Velha está a construir um parque de lazer na margem direita do rio Caima, em Valmaior, que até ao momento conta com uma área de 25 mil metros quadrados. O parque vai ter ligação à via ciclável, que está a ser construída entre aquela localidade e a cidade de Albergaria-a-Velha.

A Autarquia adquiriu diversos terrenos privados na margem do rio Caima, tendo procedido a intervenções de limpeza e desmatação, plantando um prado com cerca de 8 mil metros quadrados. Trata-se de uma zona de lazer que já está aberta ao público, com acessos próprios e equipada com algum mobiliário.

António Loureiro refere que a criação de zonas verdes é uma aposta da Autarquia. “Pretende-se aumentar a oferta de espaços de lazer e de projetos ligados ao meio ambiente e ao turismo de natureza, não só para a população de Albergaria, mas também para as pessoas que nos visitam e que levam daqui um ótimo cartão de visita”, adianta o Presidente da Câmara de Albergaria-a-Velha.

Os trabalhos de instalação do parque de lazer à beira rio vão continuar, agora centrados na requalificação da zona envolvente. O Edil Albergariense salienta que, de acordo com a disponibilidade do Município, pretende-se aumentar a zona verde junto ao rio Caima e alargar a via ciclável para outros destinos do território concelhio.

António Loureiro destaca a colaboração dos proprietários dos terrenos que estão na origem do parque de lazer e da Junta de Freguesia de Albergaria-a-Velha e Valmaior, tal como dos trabalhadores e serviços da Câmara Municipal que intervieram na sua realização.

23-07-2015
Fonte: Câmara Municipal de Albergaria-a-Velha

As obras na via ciclável entre Albergaria-a-Velha e Valmaior, uma pista para bicicletas e peões que acompanha a antiga EN 16, numa extensão superior a 1500 metros, vão começar dentro de dias.

O novo trajeto vai ter uma largura útil de 2,20 metros, será composta por pavimento betuminoso colorido e vai ter vários passadiços de madeira, nos locais em que a estrada não tem largura suficiente para acolher a via.

A via ciclável vai ligar dois núcleos urbanos da nova união de freguesias de Albergaria-a-Velha e Valmaior, começa junto à rotunda de acesso ao IC2 e vai terminar também numa rotunda que ainda vai ser construída, no acesso à Rua da Igreja, já em Valmaior. A via dará acesso ao futuro parque de lazer a criar junto ao rio Caima.

A obra foi adjudicada por cerca de 218 mil euros, prevê igualmente uma requalificação da via automóvel, a construção de uma rotunda, e diversos passadiços de madeira, suspensos. A via ciclável deverá estar concluída em julho.

Entretanto, a intervenção no Parque do Areal, em Angeja, já foi concluída. O restauro daquele equipamento junto ao rio Vouga começou em janeiro, tendo terminado este mês.

A obra, adjudicada por cerca de 11 mil euros, consistiu na substituição de equipamentos, vedações, colocação de areia e foi construído um passadiço de acesso a pessoas com mobilidade condicionada. O Parque do Areal não sofria qualquer intervenção há cerca de sete anos.

29-03-2015
Fonte: Câmara Municipal de Albergaria-a-Velha

Imóveis em Destaque

ÚLTIMOS ARTIGOS

324
Vai ter início, no dia 5 de novembro, uma oficina de produção de objetos em madeira no CARA – Centro de Atividades Radicais e...